MENU
Scoliosis Research Society
SRS: Scoliosis Research Society

Scoliosis Research Society

Dedicado ao ótimo atendimento de pacientes com deformidade da coluna vertebral

O que Causa da Escoliose?

Oitenta e cinco por cento das pessoas que apresentam escoliose possuem a chamada escoliose ”idiopática”. “Idiopática” significa de causa desconhecida”. No entanto, este termo não é tão preciso, já que atualmente aprendemos muito sobre as causas e a história natural da escoliose idiopática. A escoliose idiopática frequentemente ocorre em várias pessoas da mesma família e existem cada vez mais evidências de que a genética tem papel preponderante na sua etiologia. Um teste genético chamado ScoliScoreTM está disponível para ser utilizado em conjunto com a avaliação clínica e radiográfica para determinar o risco de progressão da Escoliose idiopática do Adolescente. Atualmente vem sendo utilizado em pacientes caucasianos (de raça branca provenientes da América do Norte, Europa, Leste Europeu e Oriente Médio) com idades entre nove e 13 anos e escoliose leve (menos de 25 graus). O objetivo do teste é determinar o risco de progressão da curva para acima de 40 graus. Até o momento não foi realizada a avaliação independente do teste.

A escoliose idiopática pode aparecer em qualquer idade na fase de crescimento, porém é mais comum aparecer no início da adolescência. Nesta idade, os jovens não gostam de se expor na frente de seus pais ou outros adultos e a deformidade pode não ser percebida até que já esteja bastante acentuada. Considerando-se isto, a Scoliosis Research Society e a American Academy of Orthopaedic Surgeons tem estimulado a criação de programas de triagem (screening) para o diagnóstico precoce de escoliose, antes que ela se torne muito acentuada e mais difícil de se tratar.

Vários outros tipos menos comuns de escoliose possuem causas diferentes. Estas escolioses podem ser consequentes a malformações vertebrais já presentes ao nascimento (“escoliose congênita”), doenças do sistema nervoso central como paralisia cerebral, doenças musculares como as distrofias musculares, ou doenças genéticas como síndrome de Marfan ou síndrome de Down. A escoliose também pode ocorrer após infecção ou alguma fratura da coluna.