Scoliosis Research Society (SRS)
Scoliosis Research Society (SRS)
Uma Organização Internacional Dedicada à Educação, Pesquisa e Tratamentos das Deformidades na Coluna Vertebral
Facebook

Dúvidas Comuns sobre Escoliose

What is Scoliosis?
O que é Escoliose?
Uma coluna vertebral normal não é totalmente reta e possui curvas naturais. Estas curvas modelam nossos ombros e deixam a região da cintura levemente curvada para dentro. Porém, algumas pessoas também apresentam curvaturas para os lados na coluna, e também rotação. Diferentemente da má postura, estas curvas não podem ser corrigidas simplesmente aprendendo-se a ficar de pé corretamente.

Estas curvas da coluna para os lados são chamadas de “escoliose”. Na radiografia, a coluna vertebral de uma pessoa com escoliose se parece com um “S” ou um “C”, ao invés de uma linha reta. Estas curvas podem causar assimetrias nos ombros ou na cintura. Algumas das vértebras da escoliose também podem rodar levemente, tornando as costelas de uma lado mais salientes que do outro, na região das escápulas.

Escoliose é um termo descritivo e não um diagnóstico. Em mais de 80% dos casos, uma causa específica não é encontrada. Estes casos são chamados de “idiopáticos”, o que significa “de causa desconhecida”. Isto é particularmente comum em meninas adolescentes. A escoliose idiopática é classificada de “infantil” quando inicia em crianças de 0 a 3 anos, “juvenil” em crianças de 4 a 10 anos de idade, “adolescente” de 11 a 18 anos e “no adulto” em pacientes acima de 18 anos de idade. As causas conhecidas de deformidades na coluna vertebral são alterações congênitas (presentes ao nascimento – chamadas de escoliose congênita), doenças neurológicas (escoliose neuromuscular), doenças genéticas e muitas outras causas. Escoliose não surge por carregar coisas pesadas, excesso de atividade física ou esportes, posturas inadequadas para ficar de pé ou ao dormir e nem de diferenças de comprimento dos membros inferiores.

What is Scoliosis?

Eu tenho Escoliose?
Para determinar se você tem ou não escoliose, o melhor é consultar um médico para examinar suas costas. O exame se faz com você de pé, relaxado e com seus braços soltos ao lados do corpo. O médico examinará suas costas na procura de alguma curvatura na coluna, assimetria dos ombros, assimetria da cintura ou desequilíbrio do tronco para um dos lados. Ele então solicitará que você se incline para frente para examinar suas costas novamente e observar o aspecto rotacional da escoliose. Após este exame simples, o médico geralmente solicitará radiografias de frente e de lado de toda a coluna. Caso você apresente uma escoliose, o médico irá medir a curva na radiografia e dará um valor em graus.

Quais São Minhas Opções de Tratamento?

  1. Observação
    A observação é indicada para curvas discretas em pacientes que ainda estão na fase de crescimento (escoliose do adolescente), ou para curvas moderadas (< 40o a 45o) em pacientes que já pararam de crescer. Nos adultos, a observação associada a fisioterapia estão indicadas para aqueles pacientes com sintomas leves e curvas não graves.
  2. Coletes
    São indicados para curvas entre 25o e 45o em crianças em crescimento, para tentar evitar a progressão da curva enquanto a coluna cresce. O objetivo do uso do colete é o de evitar a progressão, já que o colete não consegue corrigir a curva.
  3. Tratamento Cirúrgico
    É indicado para curvas geralmente acima de 50o para adolescente e adultos. A cirurgia pode ser indicada para curvas menores caso a deformidade prejudique a auto-estima do paciente ou na presença de sintomas associados em pacientes adultos. Os objetivos do tratamento cirúrgico são: corrigir a deformidade e evitar progressão da deformidade. Isto geralmente se consegue colocando implantes de metal na coluna que se prendem a hastes, corrigindo assim a curvatura e a mantendo nesta posição até que haja a consolidação da artrodese ou seja, até que as vértebras se “colem” umas nas outras, formando um bloco de osso único.
Escoliose Idiopática
Quais são minhas opções de Tratamento?